WANTUIR

Wantuir de Oliveira Tavares nasceu em Belo Horizonte a 31 de Março de 1957. Com um ano de idade mudou-se para Duque de Caxias, onde mais tarde iniciaria a sua carreira como cantor de samba enredo no extinto bloco de enredo Acadêmicos de Caxias. A sua carreira de intérprete de samba enredo começou em ascensão quando começou a acompanhar Dominguinhos do Estácio na Estácio de Sá, Imperatriz Leopoldinense e Acadêmicos do Grande Rio, por onde ficou sete anos.

Em 1994 estreou-se como intérprete oficial da Cubango. No ano seguinte foi convidado para ir para a Porto da Pedra, onde se sagrou campeão do Grupo de Acesso A, conduzindo a escola de São Gonçalo ao Grupo Especial.

Em 1999 foi para a Vai-Vai, conquistando o bicampeonato paulista pela agremiação do Bixiga. No mesmo ano, foi intérprete da Tradição.

No ano de 2001, Wantuir ingressou na Unidos da Tijuca, permanecendo por dois anos. Em 2003 foi para o Império Serrano. Regressou à Unidos da Tijuca em 2004, onde permaneceu até 2008. Neste período, conquistou o Estandarte de Ouro por duas vezes (2005 e 2007).

Em 2009, com influência de Washington Reis, regressou à Grande Rio, desta vez como intérprete principal.

Em 2013 defendeu a Inocentes de Belford Roxo, onde fez dupla com Thiago Brito. Em 2014, não renovou com a escola da Baixada e foi para a Acadêmicos do Tucuruvi.

Aquando das eleições na Portela, foi anunciado como intérprete, onde ia sendo especulado que iria formar um trio de cantores com Rixxah e Rogerinho. No entanto, Wantuir seria o único intérprete da escola. Depois do Carnaval de 2016, foi demitido da azul e branca de Madureira, mas não ficou de fora do carnaval carioca, pois seria novamente cantor oficial de uma escola vinda do Acesso, neste caso, a Paraíso do Tuiuti.

Em 2019 regressa à Unidos da Tijuca.

Prémios:

Estandarte de Ouro (Melhor intérprete): 2005 e 2007

Tamborim de Ouro (Melhor intérprete): 2008

organização:

G.R.E.S. BOTA

Logo.jpeg

©2019 by MegaSamba. 

contacto: